CLAUDE TROISGROS

o-chef-frances-claude-troisgros-1271279512203_956x500

CHEF

CLAUDE TROISGROS

 O nome Troisgros circula no cenário gastronômico há pelo menos três gerações. A família começou sua tradição na França dos anos 30. Pioneiro, Jean-Baptiste, o avô, provocou um tumulto no restrito círculo culinário francês ao sugerir vinho tinto para acompanhar peixe. Pierre, pai de Claude, e irmão de Jean, foram encorajados a seguir essa forma inquieta e ilimitada de cozinhar, definida por Jean-Baptiste como “a capacidade de harmonizar os tesouros da terra”. Os irmãos Troisgros, junto com o grande amigo Paul Bocuse, inspiraram a revolução que até hoje suscita polêmica em todo o mundo: a Nouvelle Cuisine.

 

 

Maison Troisgros, Roanne

 

Pierre, o pai, e Michel, o irmão caçula a frente da Maison Troisgros atualmente.

 

Salões do Restaurante Olympe – RJ

 

Chef Claude Troisgros e sua equipe de cozinha do Restaurant Olympe, no Rio de Janeiro.

 

Receitas do chef

 

Claude entre as panelas da cozinha do Olympe.

 

O Restaurante Troisgros, em Roanne, por conta disso, praticamente colocou a cidade no mapa da gastronomia mundial. Anos depois, como reconhecimento, a prefeitura da cidade pintou sua estação de trem nas cores rosa-salmão e verde, em homenagem a um dos pratos criados pelos Troisgros: um salmão tostado por fora, mas absolutamente translúcido por dentro, servido com molho de azedinha. Criações como esta, logo garantiram ao Restaurante as cobiçadas três estrelas do Guia Michelin.

 Nascido nessa família de alquimistas, não se poderia esperar menos de Claude Troisgros, um dos grandes nomes da gastronomia internacional no momento e principal construtor da ponte entre as cozinhas francesa e brasileira. Formado pela Escola de Hotelaria de Thonon Les Bains, Claude Troisgros chegou ao Brasil pelas mãos de Gaston Lenôtre, que há 25 anos atrás desbravava a gastronomia carioca com o Lê Pré Catalan, onde o jovem chef trabalhou. No Rio de Janeiro, formou família e apaixonado pela terra, lancçou-se numa nova perspectiva culinária, que se tornou uma espécie de marca registrada: ingredientes e sabores que até então eram ignorados pelos chefs locais, como jiló e açaí, se tornaram companheiros fiéis de clássicos como o foie gras, o caviar e o soufflé, consagrando-se para sempre nos menus nacionais. Nos seus 25 anos de permanência no Brasil, Claude Troisgros abriu vários restaurantes e tornou-se consultor de tantos outros. No exterior, fez história também. Sua cozinha já viajou o mundo todo, encantando de astros da música pop como Mike Jagger e Elton Jonh a autoridades como os presidentes Clinton e Jacques Chirrac. Atualmente é consultor, junto com Daniel Boulud, do Restaurante The Blue Door, no Hotel Delano em Miami. No Olympe, no Rio, inúmera vezes reconhecido pela crítica como o melhor restaurante francês da cidade, serve pratos fascinantes como o Ravioli Recheado de Mousseline de Inhame em Molho Aveludado de Trufa Branca, o Filet de Linguado Grelhado com Banana e o famoso Cheesecake Caramelado com Calda de Goiaba – uma das melhores adaptações do tradicional  Romeu-e-Julieta brasileiro para o paladar da alta cozinha. Eleito o chef carioca do ano pelas revistas Veja e Gula, Claude Troisgros serve alma francesa em corpo brasileiro (e vice-versa) em estilo grandioso. Apresenta, semanalmente, o Programa Menu Confiança, no canal GNT, onde prepara receitas harmonizadas com sugestões de vinhos do jornalista e crítico Renato Machado. É, também, autor do livro “Claude Troisgros – Da Cabeça à Panela”, lançado em 1993. Em junho de 2005, sua cozinha criativa, que cativou público e crítica, chegou às prateleiras de delicatessens e supermercados através da linha de produtos que leva seu nome, desenvolvida em parceria com a Sapori, uma das mais tradicionais e conceituadas fabricantes de conservas artesanais do país, instalada na pequena cidade de Jarinu, próxima à Jundiaí, numa região que se destaca pelo seu clima, considerado o segundo melhor do mundo pela Organização Mundial da Saúde, e pelas muitas áreas verdes que ainda mantém. Em porções sob medida para o uso caseiro. a linha de produtos compreende: salada de cogumelos, salada de palmito, salada de berinjela, chutney de maracujá, vinagrete ao mel, molho provençal e molho indiano. As receitas dos produtos foram desenvolvidas a partir de matérias primas frescas rigorosamente selecionadas. As variedades de legumes e temperos utilizados são cultivadas no próprio sítio da Sapori e por parceiros contratados, o que garante um suprimento com o sabor e a qualidade definidos pelo padrão Troisgros. Os cuidados vão desde a seleção das sementes, onde são escolhidas as variedades de melhor sabor, passando pelo controle de seu plantio, ponto de colheita e seleção, até o processo de embalagem, conservação. Cada produto foi idealizado pensando no consumidor final, explorando inúmeras possibilidades de utilização. “A idéia é que o público possa preparar uma refeição saborosa em apenas alguns minutos”, diz Claude Troisgros, Com sugestões de uso sinalizadas nos rótulos, fica fácil preparar um jantar assinado pelo chef, sem correr o risco de errar na receita. 

Chef Claude Troisgros
http://www.claudetroisgros.com.br

 

Restaurant Olympe

Rua Custódio Serrão, 62

Jardim Botânico – Rio de Janeiro – RJ

Fone: (21) 2539-4542

 

Maison Troisgros

Place de la Gare

Roanne, 42300, France

www.troisgros.com


 

Os Troisgros em 1968: o avô Jean Baptiste e o jovem Claude (em destaque),
com (da esq. para a dir.) Marie e Jean (tios), Pierre e Olympe (pais), irmãos e primos

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s