BOTECAR 2015 EM BELO HORIZONTE.

Começa em abril a edição 2015 do Botecar

Este ano, 55 botecos participam do evento, que já entrou para o calendário gastronômico de Belo Horizonte.

 

Olívio Cardoso Filho, proprietário do Bar Estabelecimento, campeão do Botecar 2014, este ano, homenageia sua cidade natal, Campos Altos (Alexandre Rezende/Divulgação)

Olívio Cardoso Filho, proprietário do Bar Estabelecimento, campeão do Botecar 2014, este ano, homenageia sua cidade natal, Campos Altos

O verbo preferido de parcela considerável da população de Belo Horizonte poderá ser conjugado à vontade entre os dias 8 de abril e 9 de maio. Em sua segunda edição, o festival Botecar vai movimentar 55 bares de diferentes regiões da capital, oferecendo ao público cerveja gelada e tira-gostos que utilizam insumos 100% de raiz, numa tradução da cultura botequeira da cidade.

Em 2015, os bares participantes foram convidados a homenagear cidades mineiras à sua escolha. E o resultado são 45 municípios de diferentes regiões lembrados nas receitas, na decoração dos ambientes ou em objetos artesanais. Durante os 32 dias do festival, os frequentadores dos botecos e jurados vão avaliar os tira-gostos servidos, dando notas para quesitos como consistência do prato, atendimento e serviço de bebidas. Os preços dos pratos este ano variam entre R$ 15,90 e R$ 29,90.

Campeão do Botecar 2014, o Bar Estabelecimento volta ao festival este ano e, segundo o proprietário e cozinheiro Olívio Cardoso Filho, chega para brigar por mais um título. Natural de Campos Altos, ele criou para esta edição o prato “pique-esconde”, um escondidinho de frango queimado no angu de milho verde e manjericão. “O angu de milho verde é uma tradição da cidade, das casas que frequento até hoje quando vou lá. Se eu for a Campos Altos e não comer angu de milho verde eu não volto feliz”, conta.

Segundo ele, na primeira edição do festival o Estabelecimento, que foi fundado há 12 anos, manteve seu público cativo e recebeu novos clientes, tanto turistas quanto moradores de Belo Horizonte que se tornaram frequentadores assíduos mesmo após o encerramento do Botecar. Para atender bem ao público de 2015, ele ampliará em 40% o quadro de funcionários, com contratação de auxiliar de cozinha, garçons, porteiro e barman.

Novos participantes

Fundado no ano 2000, o Bar da Neca é uma das seis casas que estreiam no Botecar 2015. Segundo o sócio Sérgio Bruno Carneiro, a presença dos mais tradicionais bares de Belo Horizonte e a liberdade criativa na montagem dos pratos foram determinantes para a casa participar pela primeira vez de um festival do tipo. “Além disso, muitos de nossos clientes elogiaram o Botecar em 2014 e questionaram porque não participávamos do evento”, diz.

Ele aposta no bom atendimento como um dos diferenciais do Bar da Neca e já abriu três vagas para ampliar a equipe, que hoje tem 12 funcionários. “Além disso, eu e minha sócia vamos resgatar as raízes de quando montamos o bar, participando ativamente do atendimento durante o festival”, afirma.

O prato concorrente foi criado pelo próprio Sérgio. Batizado de “mineirinho maluquinho”, homenageia Belo Horizonte e é fruto de uma pesquisa sobre as tradições de bares da região central da capital. Trata-se de uma porção com tulipinhas de frango (meio da asa) assadas servidas em frigideira de alumínio sobre uma cama de couve com mini-medalhões de quiabo assados, acompanhadas de angu cozido em forma de empadinha.

Além do Bar da Neca, participam pela primeira vez do Botecar os bares Amarelim da Prudente, Amarelim do Prado, Oratório, Petisqueira do Teté e Butiquim Seu Jorge. Em 2014, o festival atraiu 400 mil pessoas ao longo de 31 dias e a organização do evento espera por um público de 500 mil pessoas nos 32 dias de 2015.

Chefia camarada

Prova da busca do evento por retomar as raízes da cultura tradicional de boteco é o “Chefia camarada”, concurso paralelo para eleger o melhor garçom do festival. Afinal, nada é mais tradicional e fundamental num bom bar quanto um excelente garçom. Jussara Ferreira, do Bar da Cida, foi a campeã de 2014 e já pensa no bicampeonato. “Um dos maiores diferenciais do Botecar pra mim foi exatamente esse momento de valorizar nosso trabalho com a eleição do melhor garçom”, conta.

O tira-gosto Mineirinho Maluquinho é a aposta do Bar da Neca para conquistar o Botecar 2015 (Samuel gê/Divulgação)

O tira-gosto Mineirinho Maluquinho é a aposta do Bar da Neca para conquistar o Botecar 2015

Há mais de 10 anos na profissão, oito deles no Bar da Cida, ela explica o segredo para manter a clientela cativa: tratar os clientes como gostaria de ser tratada. “Faço o melhor possível para servir bem, estar sempre alegre e ser sempre presente na mesa para saber se os clientes precisam de alguma coisa”, conta. A votação para escolha do melhor garçom do Botecar 2015 é feita pelo site http://www.botecar.com.br.

Carona Botecar

E como bebida não combina com direção, o Botecar criou o “Carona Botecar”. Ao todo, nove ônibus do festival fazem o circuito gratuito pelos bares das seguintes regiões: Pampulha; Norte e Nordeste; Noroeste; Leste; Centro-Sul; Barreiro; Oeste; Serra; e Sion-Santo Antônio. O transporte passa pelos bares para dar carona aos interessados que estiverem com o mini-guia do evento em mãos.

Consulte o site e veja quais são os botecos que irão participar:

http://www.botecar.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s