CULINÁRIA SAUDÁVEL!

em

Mãe se especializa em ‘culinária saudável’ pensando no futuro do filho

Preocupação com alimentação começou ainda durante gravidez.
“Bebês são como um livro em branco”, diz mãe de Sorocaba (SP)

Bruna explica o filho sobre os benefícios de frutas (Foto: Carlos Dias/G1)Bruna explica ao filho sobre os benefícios de frutas (Foto: Carlos Dias/G1)

A preocupação com a alimentação do filho veio antes mesmo dele nascer. Ainda grávida, a jornalista e mãe ‘natureba’, Bruna Scopel, se aprofundou no mundo da culinária para preparar com as próprias mãos tudo o que o Augusto, hoje com 4 anos, come todos os dias. “Bebês são como um livro em branco, eles conhecem aquilo que é apresentado a eles”, ressalta a mãe de 27 anos

“Até hoje não tenho sequer coragem de pensar em dar a ele alimentos que, futuramente, podem ser nocivos à saúde”
Bruna Scopel

A tarefa nada fácill de moldar um futuro adulto saudável teve ajuda da família. Em entrevista ao G1, Bruna conta que no início, a dificuldade com as panelas foi desaparecendo a cada receita que aprendeu com a irmã mais velha e cursos focados na área. “Todo esse estudo tem me ajudado a conhecer receitas novas e, principalmente, os benefícios de cada alimento. Até hoje não tenho sequer coragem de pensar em dar a ele alimentos que, futuramente, podem ser nocivos à saúde dele”, conta Bruna.

Preocupada com os malefícios do açúcar e dos alimentos industrializados, a jovem conta que comparou a alimentação que os avós tinham, com a de hoje. Em seguida, o filho nasceu, e com ele a onda de pesquisas e buscar por uma alimentação saudável só aumentou. “Ele ganhou 4 kg nos 4 primeiros meses, só mamando no peito e nunca teve cólicas ou problemas digestivos’, lembra.

“Mostro a ele que existem outras comidas que podem acabar nos deixando doentes", diz a mãe (Foto: Carlos Dias/G1)
Mostro a ele que existem outras comidas”,
diz a mãe (Foto: Carlos Dias/G1)

‘É por amor’
Conversas e explicações fazem parte da rotina da família. Bruna conta que é apenas questão de opção ter uma alimentação melhor. Tudo explicado ao filho desde cedo, alertando sobre benefícios e o que cada fruta oferece. “Mostro a ele que existem outras comidas que podem acabar nos deixando doentes, além de deixar claro que é porque eu o amo que me empenho tanto em alimentá-lo bem. Dá muito mais trabalho, mas por ele, vale a pena”, diz.

O filho aprova o esforço da mãe e demonstra isso em atitudes e comentários. “Um dia ele viu uma criança tomando refrigerante e me disse: ‘Olha, eu acho que aquela mãe não deve gostar muito do filho dela. Está dando coisas ruins. Será que ela não sabe que isso faz mal?’, comenta Bruna.

Sem fugir da linha saudável, bolos, pipocas e até o brigadeiro estão inseridos na dieta da família. “Busco ensinar que moderação é a chave. Vou fazer o possível enquanto posso, pois sei que quando ele crescer vai comer o que quiser, mas faço minha parte em deixar claro o que faz mal. Entretanto, evito julgar as escolhas das outras mães”, comenta.

Segundo a nutróloga e endocrinologista, Tatiana Camargo, é preciso explicar para a criança a importância dela comer coisas saudáveis . “Por exemplo, gorduras podem fazer mal para nossa saúde e para o nosso coração, podem deixar a gente ganhar gordura e ficar com muito peso. Melhor que isso, estimular a criança a comer frutas, verduras, legumes e cereais integrais dizendo as vantagens, ou seja, se você comer salada, verdura e legumes você ficará mais bonito, mais forte, com mais saúde, mais energia para brincar”, completa a médica.

Receitas
Ao G1, a Bruna ensinou algumas das receitas usadas para alimentar o filho. Confira:

Brigadeiro
A receita de brigadeiro – uma das preferidas do Augusto -, é revelada pela mãe, com seus ingredientes naturais. O doce consiste em duas colheres de sopa de óleo de coco, duas colheres de sopa de cacau em pó e duas colheres de sobremesa de mel. Em seguida, misturar bem, e colocar na geladeira por 15 minutos. Depois disso é só enrolar em bolinhas e passar no granulado.

Receita de brigadeiro é a favorita do filho (Foto: Carlos Dias/G1)Receita de brigadeiro é a favorita do filho (Foto: Carlos Dias/G1)

Gelatina de melancia
De acordo com a mãe, basta 1/8 de uma melancia  e bater tudo no liquidificador, na sequência, adicione dois saches de cinco gramas de Agar-agar, este ingrediente pode ser encontrado em lojas de produto naturais. Depois coe o suco de melancia e reserve. Enquanto o suco de melancia está de lado, aproveite para dissolver o agar-agar em meio copo de água, no fogo baixo por dez minutos, sempre mexendo. Para finalizar, é só misturar o suco ao agar-agar e colocar em forminhas. Feito isso, é só comer.

Pipoca com ghee
Para adicionar este toque a mais na pipoca, adicione uma colher de sopa de ghee, manteiga sem lactose e três colheres de milho para pipoca. Depois prepare a panela e a coloque em fogo baixo com milho, até começar a estourar. Conforme a mãe, assim que a primeira pipoca estourar, aumente o fogo e aguarde o fim do processo.

Fonte: G1 Sorocaba e Jundiaí

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s