FRITURA CORRETA…APRENDA COMO FAZER.

Fritura correta garante alimentos sequinhos e crocantes; aprenda como fazer

Panela certa

Para fritar alimentos de maneira uniforme, use frigideiras ou panela de inox, que auxiliam no controle da temperatura. O fato dessas panelas elevarem menos a temperatura é positivo, pois, se houver oxidação do óleo, o organismo não reagirá bem. Utensílios feitos com metais catalisadores, como cobre e ferro, não são aconselhados.

TIPOS DE FRITURA: 

Antes de fritar, fique atento ao método mais apropriado:

Imersão – Neste caso, as gorduras 100% vegetais devem ser as eleitas. Dê preferência aos óleos que são extraídos de sementes de girassol — devido a sua riqueza em ácidos graxos poli ou monoinsaturados — e evite as gorduras de origem animal, como a banha ou a manteiga. A fritura por imersão é indicada para pastéis, frango, bolinhos e polenta. Nesse método é importante sempre retirar o excesso de gordura com papel absorvente.

Grelhados – Feitos em chapas ou frigideiras, são os mais indicados graças ao baixo teor de gordura. Porém, é preciso ter cautela para não queimar ou tostar demais, o que pode ser tóxico. Por isso, use sempre o fogo baixo. Lembre-se de que a espessura do alimento também é importante, pois, quanto mais fino, mais gordura absorverá. O método é o mais indicado para preparar peixes, batata-doce e almôndegas.

Milanesa – Os alimentos feitos dessa maneira são considerados os mais prejudiciais, já que além do óleo contam com a farinha utilizada para empaná-los e absorvem mais gordura na crosta formada. Após o preparo, não se esqueça de retirar o excesso de gordura com papel absorvente.

DICAS: 

Dicas úteis para o ponto de fritura de diversos alimentos, e o melhor, sem sujar o fogão. 

Reprodução
Reprodução

SEM RESPINGOS: 

1. Leve 2 xícaras (chá) de óleo de para aquecer (190°C) em um frigideira larga e funda.
2. Acrescente 2 colheres (chá) rasas de farinha de trigo ou amido de milho.
3. Coloque o alimento direto no óleo, mas lembre-se de retirar o excesso de água antes.

ÓLEO CLARINHO POR MAIS TEMPO: 

1. Aqueça o óleo.
2. Acrescente um dente de alho inteiro com a casca quando o óleo estiver na temperatura certa para o início da fritura.
3. Mantenha o dente de alho até finalizar a fritura.

FRITANDO NA TEMPERATURA CERTA: 

1. Em uma panela média e funda, leve o óleo para aquecer em fogo baixo por aproximadamente 10 minutos.
2. Adicione um pedaço de pão para saber se a temperatura está ideal (190°C). Se o pão dourar em 40 segundos o óleo está na temperatura certa. Se dourar antes de 40 segundos é porque está alta. Se passar de 40 segundos, o óleo não está aquecido.

BIFES MAIS SUCULENTOS: 

1. Corte os bifes frescos, com espessura média de 0,5 cm, no sentido contrário ao das fibras da carne.
2. Tempere apenas com sal e pimenta-do-reino.
3. Em uma frigideira quente, adicione um fio de óleo e acrescente os bifes, sem sobrepor.
4. Frite em fogo alto, sem mexer e sem tampar. O tempo de cada lado varia conforme o ponto desejado: mal passado (2 minutos), ao ponto (3 minutos) e bem passado (4 minutos).

BATATAS SEQUINHAS E CROCANTES: 

1. Descasque as batatas, de preferência do tipo holandesa.
2. Corte-as em palitos e coloque-as em uma vasilha com água (1 litro) e vinagre (1 colher de sopa) por 10 minutos.
3. Escorra a água, seque as batatas em papel-toalha e frite em óleo aquecido a 190°C.

Reprodução
FRITURAS COM AROMA E SABOR: 

1. Leve o óleo de soja para aquecer (190°C) em uma frigideira funda e larga.
2. Adicione folhas de louro, ramos de tomilho frescos, dentes de alho, sálvia ou mesmo um pedaço de cebola no óleo aquecido.

Importante! Nunca tampe a frigideira durante a fritura, pois isso pode gerar vapor fazendo com que o alimento cozinhe ao invés de fritar.

Anúncios